A Mulher Maravilha e a Mãe Empreendedora

Todos os dias, eu escuto e vivencio a dificuldade que temos em dar conta de tudo.Fiquei aqui pensando:  quem disse que mãe empreendedora tem que ser mulher maravilha.

Faz uns dias que fui assistir o filme da Mulher Maravilha, minha “idála” desde pequenina, e que sempre foi minha super heroína favorita.

Claro que eu amei,  saí de lá tiete mesmo,  com direito a broche e balde de pipoca,  afinal…  Mas, é impossível não fazer uma analogia dessa força feminina super poderosa, com a nossa vida de mãe empreendedora.

Quem será que inventou essa história de mãe ter que ter capa de super heroína??? E por que isso ficou tão intrínseco que nos faz não aceitarmos ser nada menos do que perfeitas.

Quando decidimos empreender,  elevamos isso tudo para décima potência.  Acreditem.   Não foi nem uma, nem duas, nem dez vezes, que eu  escutei, mães empreendedoras e mulher maravilha na mesma frase.

Gente, será que não é muita cobrança não?!?!?

Eis o principal motivo.   Se você foi assistir o filme, ou ainda, se já conhecia a história dessa super heroína,  vai perceber algumas pequenas diferenças que não nos fazem chegar nem aos pés da lindona.  Em primeiro lugar, óbvio, mas muitas vezes tendemos a esquecer, ela é um PERSONAGEM FICTÍCIO. rss

Além de otras cositas, como por exemplo ter sido  treinada arduamente para ser defensora da verdade e da vida na luta entre os homens e o firmamento, com habilidades SUPER HUMANAS,  e ainda contando com o Laço da Verdade, que pensando bem podia ser bem útil, rsss ,  ela é solteira,  e não tem filhos!!!!

Já parou para pensar nisso?? É o que sempre digo.  Isso muda tudo.  Se não é muito mais fácil salvar o mundo quando não temos outras pessoinhas dependendo da gente,  com certeza, pelo menos isso te dará muito mais disponibilidade.

Não estou dizendo para você parar de se espelhar em ícones.  Eles são perfeitos para   nos inspirar,  mas pelo amor de Deus,  não se martirize naqueles momentos que não consegue ser perfeita.

O que eu vejo, nesse mundo do empreendedorismo materno,  é que quando nos tornamos mães empreendedoras,  automaticamente ligamos o botãozinho da auto cobrança, como que se tivéssemos que ser perfeitas e impecáveis a todo o tempo para compensar o simples fatos de tomarmos a decisão de trabalhar e ganhar dinheiro.

Simplesmente pare!!! Não há nada de errado em buscar crescimento profissional,  e isso não vai te fazer mais ou menos mãe.  Eu entendo que é trabalhoso, e que a gente tem que se programar, se planejar.  Que temos “pessoinhas” dependendo da gente, mas…

O meu recadinho hoje é deixe a auto cobrança de lado, e viva o momento presente.   E eu sei que eu posso te ajudar a fazer isso, por que vivenciei na pele exatamente tudo isso que você está passando.  Na Mentoria da MMPM, nós trabalhamos muito essa questão.

Se você quer saber mais sobre isso,  me mande um recadinho através das minhas redes sociais,  que eu te explico direitinho.

Por hoje é só.  Uma beijoca no seu coração

 

Telma Morassutti

 

 

 

 

 

2 thoughts on “A Mulher Maravilha e a Mãe Empreendedora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *